Bem vindos a Passagem!

               O município de Passagem está localizado no Rio Grande do Norte na microrregião do agreste potiguar no litoral oriental da região Nordeste, com uma área de 42,7 km² o equivalente a 0,08% da superfície estadual. Fica a uma distância de 65 km de Natal, capital do Estado. Limita-se ao norte com Brejinho, ao sul com Santo Antônio e Várzea, ao leste com Jundiá e ao oeste com Santo Antônio e Brejinho. A sede de Passagem fica a 110 m do nível do mar, com uma população de 2.888 habitantes.
O município passou à condição de distrito pela lei n° 2.778 de 10/05/1962, e posteriormente à condição de município no dia 27/12/1963, através do decreto – lei Nº. 3.235, no governo do Dr. Aluízio Alves.
Passagem, criada em 27 de dezembro de 1963. Desmembrada do município de Santo Antônio. Mereceu esse nome por ser a melhor  travessia do Rio Jacu nas épocas de inverno.

ASPECTOS FÍSICOS E GEOGRÁFICOS.

O solo predominante no município de Passagem é o Planassol Solódico, que se caracteriza pela fertilidade natural alta, textura argilosa e arenosa com relevo suave ondulado.
O Clima é Sub-úmido a leste e Semi-árido a oeste.
Os principais recursos hídricos naturais do município são: A Bacia Hidrográfica do rio Jacu e seus afluentes como os riachos: Grande, de São Bento, Magro, Cuité, etc.
Segundo dados da Coordenadoria Estadual do Meio Ambiente (2002), o rio Jacu nasce na Serra da Raiz, no vizinho estado da Paraíba, entrando no Estado do Rio Grande do Norte pelo município de Japi. Banha vários municípios do estado como: Japi, Monte das Gameleiras, São José do Campestre, Santo Antonio e Passagem.

Passagem